quinta-feira, 28 de Agosto de 2014

Bôla de carnes à antiga

Mais uma receita de família, um sabor de que me recordo desde sempre. Uma iguaria sempre presente nomais simples lanche onde a família se reunisse. A pessoa que fazia esta bôla sabia que eu era fã número 1 desta delícia, e fazia questão de a partilhar com orgulho e primor. Saudades. Ficou a receita e o sabor na minha memória que se acende e reaviva as lembranças sempre que faço esta receita.

ingredientes {6 ovos, 2 chávenas de leite, 600 gr de farinha sem fermento, 40 gr de fermento padeiro, 200 gr de manteiga}

Começar por amornar o leite onde se vai dissolver o fermento de padeiro (cuidado não aquecer demasiado o leite). Numa taça grande e funda colocar a farinha, abrir um buraco no meio e juntar o leite com o fermento, mexer bem. Juntar os ovos um a um, mexendo entre cada adição. Por fim juntar a manteiga e envolver até ficar uma mistura leve e fofa. Deixar a levedar por 2 horas, a massa cresce mais do dobro.
Num tabuleiro grande colocar metade da massa, rechear com carnes a gosto, e cobrir com a restante massa. Vai ao forno pré-aquecido a 180 graus por 15-20 minutos.

terça-feira, 26 de Agosto de 2014

momentos bons das nossas férias

Dias de sol com muito passeio pelo interior no alto da serra e no fundo do vale juntinho ao rio, ou então pelo litoral junto ao mar! Hoje por aqui chove, parece que Agosto vai acabar tal e qual como começou, chuvoso e frio!!

domingo, 17 de Agosto de 2014

agosto {as merecidas férias}

O blogue tem acompanhado o ritmo dos dias, mais calmos e relaxados, com idas à praia sempre que o sol permite, e tem sido frequente! Quando o sol decide não aparecer passeamos por outros destinos e assim têm sido os nossos dias. Sem computador, a abrandar o ritmo, a respirar fundo, a apreciar a nossa princesa que todos os dias nos faz os pais mais felizes do mundo.

terça-feira, 29 de Julho de 2014

{18 meses} a nossa mini chef

A minha (futura) ajudante de cozinha já adora tudo o que envolve utensílios culinários (formas, colheres de pau, taças) já tem o seu próprio kit com avental, chapéu, vários utensílios, forminhas, que adora "montar" e "desmontar" quase todos os dias!! Um docinho, senta-se à minha beira enquanto eu estou a fazer o jantar e fica ali muito entretida com as coisas dela!! Anda na fase de imitar tudo o que eu faço e vai imitando à maneira dela que é tão querida!
Aqui com a tia a ajudar e muito orgulhosa da nossa mini chef, que certamente dará continuidade à herança culinária da família!!
Aqui num momento de reflexão e indecisa em qual livro de culinária escolher!
E a parte mais divertida de todas que é, meter as mãos na massa!! Literalmente!!

quinta-feira, 24 de Julho de 2014

Tarte Quindim

Como cá em casa adoramos tanto comer Quindim não podia deixar de experimentar esta tarte maravilhosa que vi neste blogue!! Claro que ficamos fãs da tarte que se torna menos enjoativa e mais "leve" que o quindim.
A receita é muito simples, aqui fica:

ingredientes {6 ovos, 1 chávena e meia de açúcar, 1 chávena de leite, 2 colheres de sopa bem cheias de farinha maisena (amido de milho), 1 colher de sopa de manteiga, 100 gr de coco ralado, 1 base de massa folhada}

Pré-aquecer o forno a 175 graus.
Forrar uma tarteira com a massa folhada e reservar.
Numa taça bater os ovos com o açúcar, o leite, a maisena, a manteiga e o coco ralado.
Depois de tudo bem misturado deitar sobre a massa folhada e levar ao forno durante cerca de 40 minutos aproximadamente. Ir verificando para quen não fique seca.

segunda-feira, 21 de Julho de 2014

Panquecas para aconchegar os dias frios e chuvosos deste verão

Sim leram bem, dias frios e chuvosos!!! Este verão tem sido de altos e baixos, principalmente ao fim de semana a chuva e o frio resolvem aparecer tornando o ambiente propício para uns lanches reconfortantes que fazem lembrar os dias frios de inverno. 
Estas panquecas foram feitas num destes últimos fins de semana e todos cá em casa adoraram. Aquecem o corpo e reconfortam a alma que bem precisamos!! O nosso docinho adora!! Aqui fica a receita:

ingredientes {2 ovos, 200 g de leite, 50 g de açúcar, 50 g de manteiga, 150 g de farinha,  ½ colher de chá de fermento, ½ colher de chá de bicarbonato de sódio, 1 pitada de sal}

Juntar todos os ingredientes e bater com a batedeira. Cobrir o fundo de uma frigideira anti-aderente com manteiga. Quando borbulhar deitar uma concha do creme e esperar que se formem pequenas bolhas por toda a superfície, virar e deixar cozinhar alguns segundos. Rpetir o processo até esgotar todo o preparado.
São deliciosas assim simples, com açúcar, canela e/ou doce caseiro! As nossas foram devoradas com doce caseiro, canela, geleia de marmelo!! Fantástico, uma delícia!

segunda-feira, 30 de Junho de 2014

My actifry

A nossa nova ajudante no Paraíso, há muito que andava de olho nesta máquina que é muito mais que uma simples fritadeira, e agora que já a experimentei posso garantir que a Actifry é muito mais do que "batatas fritas com apenas uma colher de óleo"!! Mas o teste tinha que ser feito com duas coisas básicas, as batatas fritas (claro) e os panados!!! É que eu quase nunca faço panados, primeiro porque eu não gosto (ou não gostava até agora, como diz o meu marido devo ser a única pessoa no mundo que não gosta de panados mas é verdade! E em segundo lugar porque fazer panados suja tanto a cozinha e no final a fritá-los no óleo é uma desgraça, óleo por todo o lado, um drama!!!
Mas graças à nossa Actifry o devorador de panados cá de casa agora vai poder deliciar-se com maior frequência pois ficaram aprovadíssimos e até eu gostei porque ficam sem gordura mas com aquela textura crocante e estaladiça deliciosa! As batatas fritas ficam óptimas, muito boas e tudo sem cheiros a fritos em casa, uma maravilha! Ainda falta uma terceira prova que são os rissóis mas quero experimentar com rissóis caseiros! E tenho uma lista de coisas para experimentar com calma que depois partilharei!

segunda-feira, 23 de Junho de 2014

Bom S. João

Eu adoro manjericos e mal os vi à venda no início de Maio comprei logo, custou 0,99 cêntimos; não tinha grande esperança que fosse durar mas como foi tão baratinho pensei "depois compro outro". E não é que o manjerico resistiu, cresceu e está lindo e frondoso! E com aquele cheirinho maravilhoso que só os manjericos têm. Bom S. João para todos!